Respondidas
Nas áreas zoneadas para o cultivo do algodão colorido BRS 200 Marrom, no Nordeste, quais são as principais pragas e como deve-se fazer seu manejo?

Nas áreas zoneadas para o cultivo do algodão colorido BRS 200 Marrom, no Nordeste, quais são as principais pragas e como deve-se fazer seu manejo?

  
Postado 3 anos atrás
Votos Último

Respostas


Nas áreas zoneadas para o cultivo de algodoeiros perenes, de fibra branca ou de cor, como a BRS 200, as principais pragas são o bicudo, o curuquerê, o pulgão e, eventualmente, a mosca-branca-prateada. Essas pragas devem ser controladas via Manejo Integrado de Pragas, que envolve máxima racionalidade ao usar todos os métodos de controle, em especial o uso de inseticidas, que devem ser aplicados com base na amostragem de cada praga e de acordo com os métodos, manejo e dosagens recomendados pelos órgãos de Pesquisa e de Desenvolvimento, públicos e privados.

Cada praga tem seu nível de controle e de dano (caso as ações, no instante adequado não sejam implementadas). Como medidas de prevenção, recomendam-se a catação dos botões florais atacados pelo bicudo e caídos ao solo durante o período crítico da praga, pulverizações nas bordas do campo (concentradas nas primeiras 20 ou 30 fileiras ou nos primeiros 20 ou 30 m ), a fim de evitar que o bicudo penetre no interior do campo.

O inseticida recomendado deve ser aplicado de acordo com o nível de controle de cada praga: o nível de controle do bicudo, por exemplo, corresponde a 10% dos botões florais atacados, ao passo que o do curuquerê corresponde a 22% das plantas com lagartas maiores do que 15 mm ou 53% das plantas com lagartas menores do que 15 mm.

Fonte: Algodão : o produtor pergunta, a Embrapa responde / editores técnicos, Napoleão Esberard de Macêdo Beltrão, Alderi Emídio de Araújo, Embrapa Algodão. – Brasília, DF : Embrapa Informação Tecnológica, 2004. 265p. : il. Color. ; – (Coleção 500 perguntas, 500 respostas).

  
Postado 3 anos atrás